Gostavas de

colaborar connosco?

Candidata-te aqui

FAQ

Informação nutricional e de alergénios+

Colocámos toda a informação junto à ementa. Aí encontrará também conselhos da nutricionista h3, valores nutricionais dos elementos individuais de cada prato e informações para celíacos e intolerantes à lactose.

Hambúrgueres mal passados: porque não os servimos+

A culpa é de um número: 65. Para cumprirem as normas de segurança alimentar os nossos hambúrgueres precisam de atingir uma temperatura de 65°C no interior. Esse ponto de confeção corresponde ao nosso hambúrguer médio mal.

Fizemos centenas de testes e um estudo detalhado que durou mais de um ano por forma a validar o nosso processo. A lei, embora confusa, assim parece estipular.

Sabemos que é arreliador restringir a nossa liberdade e ter alguém de fora a impor o que podemos comer e como podemos comer. Em última análise deveria ser cada um a responsabilizar-se por si. Se encontrar uma forma legal de contornar esta questão, agradecemos que nos faça chegar. Teremos todo o gosto de servir exatamente o que quer.

O sabor dos hambúrgueres varia entre lojas+

Os nossos hambúrgueres são exatamente os mesmos de Norte a Sul do país. Provêm do mesmo fornecedor e são feitos seguindo um único processo, utilizando os mesmas cortes de carne, e avaliados nas várias etapas: fabrico, transporte, receção e conservação nas lojas.

Poderão haver ligeiras diferenças por serem um produto natural, mas não serão perceptíveis numa prova.

A diferença mais sentida é no ponto escolhido do hambúrguer. Temos quatro grelhadores por loja, distribuídos pelos dois turnos, e mais de uma centena na rede. E apesar de toda a formação e empenho de todos, existe um elemento humano que é incontornável.

Trabalhamos para minimizar essas variações. Para isso criámos a Escola de Grelha h3 na qual é dada uma formação especializada a todos os grelhadores, sendo-lhes feitas avaliações em 72 parâmetros diferentes.

No entanto, o método que usamos não deixa de ser uma grelha artesanal, operada por pessoas e não por uma máquina.

O que fazer em caso de litígio de consumo+

Em conformidade com o disposto na Lei n.º 144/2015, de 8 de Setembro, em caso de litígio de consumo, o Cliente pode recorrer a uma das seguintes entidades de Resolução Alternativa de Litígios de consumo (Entidades RAL), inscritas na lista de Entidades RAL da Direção-Geral do Consumidor:

CNIACC - Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos de Consumo;

CIMAAL - Centro de Informação, Mediação e Arbitragem de Conflitos de Consumo do Algarve;

CACCDC - Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Distrito de Coimbra;

CACCL - Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa;

CICAP - Centro de Informação de Consumo e Arbitragem do Porto;

TRIAVE - Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave;

CIAB - Centro de Informação, Mediação e Arbitragem de Consumo;

CACCRAM - Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo da Madeira;

Para mais informações, o Cliente deve consultar o Portal do Consumidor.

Termos, Condições e Políticas+

Consulte os nossos Termos, Condições e Políticas para saber quais são as regras do programa Tuga Resiste, para consultar a nossa Política de Privacicade e para saber porque utilizamos Cookies neste site.

Dúvidas adicionais+

Qualquer dúvida que nos queira colocar fale connosco através dos contactos que estão em baixo.

Fale connosco

A sua opinião é muito importante para nós.

email geral: geral@h3.com

email de apoio ao cliente: apoioaocliente@h3.com

telefone: +351 21 380 31 10

fax: +351 21 386 34 87

morada: Rua Tierno Galvan, Torre 3, nº 10, 3º Piso - 301 a 303, 1070-274 Lisboa